O que procura?

Licenciatura em psicologia, admissões…

Admissões:
Presencial: +351 808203544
Whatsapp
Presencial: +351969704048

Universidade Europeia e IPAM com empregabilidade acima de 96%

06 out 2020

A taxa de empregabilidade dos alunos formados na Universidade Europeia e de 98%, segundo os dados mais recentes do portal Infocursos referentes a diplomados em 2018/2019, enquanto a do IPAM se situa nos 96%, tanto em Lisboa como no Porto. Comparativamente aos dados de 2017/2018, ambas as instituiçoes cresceram neste indice.

A Faculdade de Ciências da Saúde e do Desporto da Universidade Europeia é a que apresenta a empregabilidade mais elevada (99,5%), seguida da Faculdade de Ciências Empresariais e Sociais (98,2%), onde se destaca as licenciaturas de Gestão (99%) e Gestão de Empresas (97%), a Faculdade de Turismo e Hospitalidade (98%), e o IADE – Faculdade de Design, Tecnologia e Comunicação (96,8%). Já no caso do IPAM Lisboa (96,1%) e do IPAM Porto (95,5%), a capacidade de empregar os estudantes tem contribuído para a elevada atratividade da licenciatura em Gestão de Marketing.

Para estes números contribuem a metodologia de ensino experiencial e imersiva, já que além do contacto permanente com o mundo empresarial durante o percurso académico, só no ano passado, 664 estudantes da Universidade Europeia frequentaram estágios curriculares e, no caso do IPAM, este número sobe para mais de metade dos alunos que frequentam a instituição.

Segundo o Inquérito de Empregabilidade efetuado pela Universidade Europeia, o empreendedorismo também é um fator relevante, com 12,7% dos licenciados a criarem a sua própria empresa uma vez terminados os estudos (9,8% no caso do IPAM). As instituições contam ainda com uma vasta rede de empresas parceiras, com a Sonae, Jerónimo Martins, TAP e Inditex entre as que mais recrutam.

Para Francisco Teixeira, diretor-geral, “preparamos os nossos estudantes para um mundo global através da aquisição de conhecimento e do desenvolvimento de competências que potenciam a sua empregabilidade em qualquer parte do mundo. É por isso que, ano após ano, procuramos adaptar a nossa oferta formativa à realidade do mercado”.

É através do modelo Experiential Learning HyFlex, assente na construção de experiências académicas, no ensino híbrido e na flexibilização da aprendizagem, que a Universidade Europeia procura inovar no ensino superior em Portugal e garantir a excelência dos resultados académicos e profissionais dos seus estudantes.

Com uma forte componente tecnológica, este modelo académico alia as aulas presenciais, personalizadas e de base experiencial, com as aulas à distância e a digitalização dos conteúdos, garantindo uma experiência de ensino imersiva e o acesso permanente à informação, a partir de qualquer lugar, num processo personalizado e centrado no estudante, pois é ele que lidera a aquisição de aprendizagens.