O que procura?

Licenciatura em psicologia, admissões…

Admissões:
Presencial: +351 808203544
Whatsapp
Presencial: +351969704048

Lionel Messi é o futebolista com mais atributos para vencer a Bola de Ouro 2019

29 nov 2019

Um estudo do Observatorio do Futebol da Universidade Europeia identificou o perfil-tipo do finalista vencedor do premio Bola de Ouro, e concluiu que o jogador Lionel Messi e o atleta com maior probabilidade de ganhar a ediçao de 2019.

O atleta destaca-se dos jogadores do Liverpool, como Mohamed Salah e Firmino (em segundo e terceiro lugares, respetivamente)após ser o melhor marcador da Liga dos Campeões e vencer o Campeonato Espanhol. Cristiano Ronaldo surge em quarto lugar deste ranking, depois de ter conquistado o campeonato italiano Serie A. Contudo o jogador português só alcançou seis golos na Liga dos Campeões. 

O jogador português do Manchester City, Bernardo Silva também se destaca neste ranking, classificando-se em oitavo lugar, bem como o jogador João Félix, que, depois de ter protagonizado uma das transferências mais caras do futebol e de recentemente ter sido distinguido com o prémio Golden Boy 2019, surge pela primeira vez no top#30 dos melhores jogadores do mundo, em 29º lugar.  

futebolista holandês e jogador do LiverpoolVan Dijkque é um dos favoritos a ganhar a Bola de Ouro edição 2019e que inclusive venceu o prémio de Melhor Jogador da UEFA, surge apenas em 9º lugar do Ranking do Observatório do Futebol da Universidade Europeia.  

Analisando as últimas 14 edições da Bola de Ouro, o estudo concluiu que as variáveis mais importantes para se vencer o Bola de Ouro 2019 são os golos marcados em competições europeias, bem como a classificação obtida na Champions League. No entanto, os trofeus obtidos pelas seleções e a classificação alcançada na Liga nacional são também determinantes. 

Apesar destas variáveis, o jogador Fábio Cannavaro (2006) foi o único atleta Bola de Ouro que não marcou um golo em provas europeias. O jogador português Cristiano Ronaldo obteve os dois melhores registos de golos nas competições europeias de um Bola de Ouro, em 2014 com 17 golos e em 2016 com 16 golos marcados. Modric, que venceu a edição de 2018, quebrou, no entanto, a tendência da última décadaao ter marcado apenas um golo nas competições europeias.  

Na análise do perfil do vencedor, o estudo do Observatório do Futebol concluiu que 64,3% dos vencedores da Bola de Ouro dos últimos 14 anos foram campeões europeus de clubes e que nos últimos cinco anos, os vencedores da Bola de Ouro pertenceram a equipas campeãs europeias. Também em 29% das últimas 14 edições deste prémio, o vencedor conquistou igualmente um trofeu pela sua seleçãosendo realçado que na única época em que Lionel Messi ou Cristiano Ronaldo venceram uma competição de seleções ganharam a Bola de Ouro. 

O estudo da Universidade Europeia, destacou ainda que 50% dos vencedores da Bola de Ouro dos últimos 14 anos foram campeões nacionais pelos seus clubes, embora a pior classificação de um Bola de Ouro na Liga tenha sido obtida pelo jogador Káká em 2007 quando jogava na Serie A. Enquanto Lionel Messi conquistou a liga em 80% das suas Bolas de Ouro e Cristiano Ronaldo conquistou a liga em 40% das suas Bolas de Ouro. 

Foi também realçado que o 85.7% dos vencedores da Bola de Ouro das últimas 14 edições jogavam na Liga Espanhola, sendo os jogadores Kaka em 2007 (Série A) e Cristiano Ronaldo em 2008 (Premier League) as grandes exceções. Foi ainda destacado que a participação em jogos das competições europeias por parte dos vencedores da Bola de Ouro é muito elevada (81,5% dos jogos possíveis).