O que procura?

Licenciatura em psicologia, admissões…

Admissões:
Presencial: +351 808203544
Whatsapp
Presencial: +351969704048

O impacto do silêncio nas organizações

20 nov 2019

Quando esta junto da sua chefia, opta por omitir ou partilhar as suas opinioes e informaçoes? E qual o nivel de confiança que deposita nos seus superiores hierarquicos? O que motiva uma e outra opçao? A Universidade Europeia esta a promover um estudo que vai ajudar a ter as respostas.

A Universidade Europeia, em parceria com a Human Resources, está a promover o estudo “Confiança, Justiça e Comunicação com a Chefia”, que analisa a relação entre a percepção de justiça e confiança no chefe e a decisão do colaborador reter (silêncio) e / ou partilhar (voz) informações também com o chefe.

Sendo cada vez mais evidente que o papel da chefia é determinante para o bem-estar, o comportamento e o modo como os colaboradores comunicam entre si e com as seus superiores hierárquicos, através deste inquérito pretende-se perceber em que medida a confiança dos trabalhadores na chefia e percepção de justiça influencia a comunicação entre ambos.

Assim, o estudo vai analisar quatro vertentes: a confiança, a percepção de justiça, o silêncio e a voz dos colaboradores relativamente às suas chefias.

Numa análise mais específica, o objectivo é perceber quais os níveis de confiança que as pessoas depositam na sua chefia, se sentem que a chefia é justa e como é que se caracteriza essa justiça. Por outro lado, pretende-se também analisar se os participantes tendem a reter mais informações perante as suas chefias ou, pelo contrário, partilham mais. Ainda sobre este tema, será também possível perceber que tipo de retenção (silêncio) é mais usual e também que tipo de partilha (voz). Será que o fazemos para nos protegermos, porque temos medo? Ou será que o fazemos para protegermos a organização, para cooperarmos com ela?

Uma análise mais completa dos resultados permitirá verificar se a confiança na chefia e a perceção de justiça influencia, ou não, a nossa decisão em retermos ou partilharmos informação com a chefia. Por fim, esta informação será analisada à luz das características sociodemográficas da amostra.

Já participaram centenas de profissionais mas ainda vai a tempo de dar o seu contributo. É rápido e as respostas são confidenciais e anónimas.

Participe no estudo aqui.

Os resultados serão partilhados em primeira-mão na Human Resources.