O que procura?

Licenciatura em psicologia, admissões…

Admissões:
Presencial: +351 808203544
Whatsapp
Presencial: +351969704048

Universidade Europeia debate sobre a violência escolar

29 nov 2019

A Universidade Europeia vai promover a Jornada sobre Violencia Escolar, no ambito do programa do Governo "Escola Sem bullying, Escola sem Violencia", no proximo dia 3 de dezembro, a partir das 10h, no Campus da Quinta do Bom Nome, em Carnide.

Com o país marcado por episódios recentes de violência em âmbito escolar e de forma a promover um debate transversal a toda a sociedade sobre um tema com impacto público, a Universidade Europeia irá reunir governantes, deputados, especialistas jurídicos, professores, psicólogos escolares, pais, sindicatos e associações para em conjunto refletirem sobre o panorama que atualmente se vive nas escolas portuguesas e as medidas de prevenção que devem ser implementadas.

A sessão de abertura contará com a presença da Presidente do Conselho Nacional de Educação, Maria Emília Brederode; da Secretária de Estado da Educação, Susana Amador; da Subdiretora-Geral da Educação, Maria João Costa Horta; e do Reitor da Universidade Europeia, Pedro Barbas Homem.

De seguida as jornadas terão seis painéis diversificados com a presença de especialistas em diferentes áreas para aprofundarem os principais desafios que as escolas portuguesas enfrentam relativamente à violência. “Estará a Escola segura perante o bullying?” é o primeiro debate que terá como oradores o Coordenador Nacional do programa “Escola Segura” da PSP, Comandante Hugo Guinote; o antigo Coordenador do Observatório da Segurança em Meio Escolar, João Sebastião; a Presidente da Associação “No Bully” Portugal, Isabel Freire de Andrade; o Presidente da CONFAP- Confederação Nacional das Associações de Pais, Jorge Ascenção; e a escritora Francisca Almeida Gama.

O segundo debate é dedicado a aprofundar “A Psicologia Educacional como mecanismo preventivo da violência escolar”, contando com a presença da especialista em bullying escolar, Sónia Seixas; da especialista na área da relação das crianças com os Media, Cristina da Ponte; do escritor Jorge Rio Cardoso; e do coordenador do “Violentómetro”, Ricardo Barroso.

No terceiro painel as Jornadas pretendem aprofundar “A (in)operância judicial perante as agressões em ambiente escolar”, com a participação do Conselheiro jubilado do Supremo Tribunal de Justiça, Juiz Armando Leandro; da Presidente da Confederação Nacional Associações de Família, Teresa da Costa Macedo; do Coordenador do STOP- Sindicato de Todos os Professores, André Pestana; da Presidente da CPCJ da Amadora, Ana Neves; e do Diretor do Agrupamento de Escolas Amadora Oeste, Rui Fontinha.

“O papel do Associativismo no combate à violência escolar” é o tema central do quarto painel, que terá como oradores a Presidente da Associação “Novo Futuro”, Isabel de Sousa Coutinho; a Psicóloga do “Diferenças”, Mariana Mendonça; a psicóloga Sandra Helena; a Presidente da ANEP, Carolina Garraio; a Diretora de Saúde Pública da ANEM, Elisabete Mota Neto; e a atriz e Porta-Voz da Associação “Corações com Coroa”, Mariana Monteiro.

No quinto painel, dedicado ao tema “Poderá o problema da violência escolar ser resolvido através de alteração legislativa?”, é analisada a temática numa perspetiva de alteração legislativa, através do contributo dos deputados Porfírio Silva (PS), Pedro Pimpão (PSD), Ana Rita Bessa (CDS-PP), Joana Mortágua (BE) e Ana Mesquita (PCP).

O último painel - “Ajudará a descentralização de competências para os Municípios na área da Educação a resolver o problema da violência escolar?” – contará com os contributos de Vereadores da Educação de diferentes Câmaras Municipais do país que vão partilhar a sua experiência, nomeadamente de Manuel Rosa Grilo (Lisboa), Frederico Pinho de Almeida (Cascais), Pedro Patacho (Oeiras), Susana Santos Nogueira (Amadora) e Susana Oliveira Santos (Odivelas).

No final, a Jornada irá refletir sobre a prevenção da violência escolar no âmbito escolar, com encerramento do Secretário de Estado da Descentralização e da Administração Local, Jorge Botelho; do Coordenador do Curso de Direito da Universidade Europeia, Eduardo Vera-Cruz Pinto, e da Pró-Reitora da Universidade Europeia, Diana Dias.