O que procura?

Licenciatura em psicologia, admissões…

Admissões:
Presencial: +351 808203544
Whatsapp
Presencial: +351969704048
21 set 2020

Uma Universidade que visa transformar os estudantes nos profissionais globais do futuro

Edited on 23 Jan. 2023

Isabel Moço, Coordenadora e Professora da Universidade Europeia, contou-nos de que forma a instituição oferece acesso ao ensino superior de qualidade, centrado no estudante. Saiba quais as principais características que a tornam diferenciadora.

A Universidade Europeia afirma distinguir-se pela sua capacidade de inovação e pelo seu modelo académico diferenciador. Quais são as características e princípios que fomentam esta ideia?

A Universidade Europeia distingue-se pela sua capacidade de inovação e pelo seu modelo académico diferenciador que está alicerçado nos princípios da qualidade, da internacionalização, tecnologia e da aproximação às empresas e ao mercado de trabalho. A Universidade Europeia oferece acesso a um ensino de qualidade centrado no Estudante, preparando-os para serem os Profissionais Globais do futuro, com todas as competências para alcançarem o sucesso profissional em qualquer parte do mundo. Com um posicionamento que pretende adaptar-se à realidade, cada vez mais digital, o modelo académico da Universidade alia as aulas presenciais (cada vez mais práticas e personalizáveis) à flexibilidade das aulas à distância e à utilização de tecnologia de ponta, permitindo o desenvolvimento de competências de forma integrada.

Muitas são as áreas de educação que a Universidade Europeia oferece, destacando-se como uma instituição líder no ensino de Gestão Hoteleira e Turismo. Considera que esta área ganhou força nos últimos anos?

A área de Gestão Hoteleira e Turismo, da Universidade Europeia, assim como as outras em que lecionamos, está focada em aproximar o estudante do mundo empresarial e dos seus desafios, orientada para a qualidade de serviço, com foco no cliente. Procura responder às tendências do mercado neste sector nos últimos anos e à necessidade de haver uma crescente profissionalização dos recursos humanos ligados à atividade hoteleira: pela exigência de qualidade, pelo incremento da concorrência nacional e internacional e pela emergência de grandes grupos hoteleiros portugueses.

Excerto da entrevista realizada a Isabel Moço, professora na Universidade Europeia, pela revista Ponto de Vista. A entrevista completa pode ser consultada aqui.